Pular para o conteúdo principal

Festival AJAHYO - Tambores da Liberdade à Marseille/FR



Voici notre petit dernier, le nouveau venu dans la cour des grands...

Le Festival AJAHYO, organisée par Tambores da Liberdade à Marseille les 29 & 30 novembre 2014.

Au programme plein de belles choses, beaucoup de musique, de couleurs, de sourires et de good vibes !!!
A ne manquer sous aucun prétexte !!!


A L'AFFlCHE 
----------------------------------- lll CONCERTS lll ------------------------------------

- ORlSAMBA -
La fougue incandescente des rodas de samba!

Grenade explosive aux éclats de samba et autres rythmes foudroyants brésiliens (du samba-funk au forro en passant par l’ijexa), Orisamba déclenche immanquablement la frénésie lors de prestations enfiévrées. Originaires de Rio, Salvador de Bahia, Olinda et Marseille, les musiciens de cette escouade trépidante se sont aguerris auprès des plus emblématiques artistes de la musique brésilienne (Ilê Aiyé, Nana Vasconcelos ou l’école de Vila Isabel) pour offrir aujourd’hui des concerts dans la plus pure tradition des rodas de samba.

Furieusement jubilatoire !

- TAMBORES DA LlBERDADE -

Do Curuzu para o Mundo Tambores da Liberdade traz Axé e alegria!

Fusion entre musiques ancestrales, Candomblé, rytmes indigènes, africains, et musiques d'inspiration moderne, leur répertoire invite à un voyage rythmique au tour du monde.

Un spectacle haut en couleurs dans l'univers Afro-brésilien de Salvador de Bahia, tambours battants.

-------------------------------------- lll STAGES lll ------------------------------------

DANSE AFRO / CARLOS UJHAMA
Né à Salvador de Bahia, Ujhama a la formation interdisciplinaire en danse populaire, moderne et contemporain. Son travail en tant que professeur et chorégraphe, obtient un destaque sur la scéne internacionale depuis 2008, suite à la realisation de sa première tournée en 8 pays et plus de 20 villes d’Europe.

http://www.youtube.com/watch?v=GZg9jsg7yiI

DANSE AFRO / EDlLENE ALVES
Vous aurez l'occasion de vous immerger dans la culture afro-bahianaise et goûter au plaisir de danser avec la Reine du plus ancien Bloco Afro du Brésil;
ainsi que de découvrir un peu plus de la magie des danses sacrées et profanes qui rythment le quotidien bahianais.
http://www.youtube.com/watch?v=UzDNGjz3RNs


PERCUSSlONS
10h / 19h
Patinho Axé Correia
http://www.youtube.com/watch?v=tHWWcuMbHpU

Marivaldo Paim
http://www.youtube.com/watch?v=Amj9TJQIOzA

Dende Macedo
http://www.youtube.com/watch?v=v6CQlZestBo

Lama Moises
http://www.youtube.com/watch?v=rm18bQ-fbi

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

OS PRETOS NÃO LÊEM!

Sociedade: OS PRETOS NÃO LÊEM! em 22 de Março de 2007 - 09:56 Linux - USA O lado triste deste artigo é que a sua essência é verdadeira. De fato, a verdade dói! Eu espero que isso possa criar uma motivação para que mais “pretos” não somente no senso étnico, identitàrio, cultural, religioso, filosófico, econômico, educacional, político, empresarial, artístico e todos os outros sentidos possam ir para frente, fazendo progresso reais. Carlos Ujhama – AFROSSà Cia. De Danças Populares da Bahia. - Chris Rock, um comediante negro disse, "os pretos não lêem". Não deixem de ler esse artigo é muito interessante. Para muitos dentre vós que escutaram o artigo que Dee Lee léu uma manhã nas ondas de uma estação de rádio de NY. Para os que não escutaram, este artigo toca profundamente. Um artigo pesado e escrito por um caucasiano (um branco). - Os negros não lêem e continuam a ser nossos escravos. Nós podemos continuar a escolher proveito dos negros sem esfo

Ano Novo, novas intenções!

Agradecendo ao que nos foi oferecido pelo universo, no ano que passou e, seguro que toda caminhada começa com o primeiro passo, continuamos a nossa afirmação como um ponto de referencia para as artes cenicas de matrizes africanas e afro-brasileiras. A nossa restrospectiva nos porta à um ano de fortalecimento e amadurecimento! Questões que nao gostaria de explicitar aqui, uma vez que nao háveria a oportinudade de confrontar com a classe artistica que nos segue e tanto colabora com esse projeto. O Moviemto Cultural Afro Brasiliero despedi-se da Europa, a nivél intelectual, pois, percebemos que o necessario a ser feito deve e precisa ser feito em solo brasileiro, para brasileiros. Estudiosos, pesquisadores, bailarinos, atores, musicos, etc. A quem possa interessar!! E, para começar-mos, manteremos os nossos seguidores informados das ações e realizações desses construtores: os pioneiros na perpetuação de uma linha de pesquisa, desenvolvimento e ação sobre a arte e movimento das matri

PROJETO SEXTA EM MOVIMENTO, APRESENTA:

AFROSSà - Dança e técnica afro Soteropolitana. Onde: Escola de Dança da FUNCEB Dia: 23 de abril Hora: das 10:20 as 12:50 Sala: 1 Inserida dentro da carga horária do Curso de Educação Profissional Técnica de Nível Médio em Dança, esta ação tem como principal intuito propiciar aos alunos, professores e comunidade interessada experiências que contribuam para a formação em dança e áreas do conhecimento correlatas. Trata-se, portanto, de um espaço de troca e construção coletiva de saberes baseado em atividades como: seminários, simpósios, palestras, conferências, debates, exposições, aulas, workshops, oficinas, apresentações e bate-papos. A AFROSSà, ou a dança afro Soteropolitana é um desenvolvimento de pesquisa em dança baseado nas movimentações de matrizes africanas, indígenas e européias constitutivamente, dentro do âmbito profissional, técnico, popular e acadêmico da cidade de Salvador, iniciado com a chegada do professor Clady Morgan – EUA e, obtendo desenvolvimento local at